Almanaque CultArtistasCulturaTeatro

Duas comédias quase profanas

Evangélicos tremerão e católicos fervorosos se benzerão em sinal da cruz ao conhecer o Deus projetado pelo ator Miguel Falabella em seu novo espetáculo. “God” que acabou de cumprir temporada em São Paulo e agora inicia nova turnê pelo país, com promessa de aportar também em Uberlândia. O showman arranca gargalhadas da plateia ao personificar Deus descendo à Terra em um país chamado Brasil. Ao lado dos arcanjos Gabriel e Miguel, ele decreta novos 10 mandamentos para tentar consertar as coisas. Propositalmente cheio de inverossimilhanças, mas com a irreverência típica do artista, o espetáculo brinca com o imaginário religioso em um quase monólogo, sendo a interpretação solo quebrada por algumas intervenções dos dois anjos. É uma espécie de comédia stand up com sofisticações de espetáculo teatral. A diversão, garantida até para os mais céticos,  nem parece ter 90 minutos de duração.

 

Falabella se consagrou nesse formato. É um dos pais do Besteirol,  gênero teatral que priorizou a busca do riso e acabou gerando desdobramentos que se proliferam hoje pelo País. Miguel veio antes e, portanto, tem segurança na fórmula de entreter e divertir plateias. Essa é a sua soberania no palco, que o transforma em dos principais artistas brasileiros com a empatia e desenvoltura necessárias para cativar o público. Neste contexto, cai como luva a personificação de Deus para Falabella. Traz ainda mais vigor à sua personalidade, desde sempre espetaculosa, propícia ao brilho conquistado em anos de ribalta e atestada por montagens surpreendentes, não só protagonizando comédias e musicais que levam sua assinatura, mas também dando credibilidade às montagens que dirige com maestria e resultam quase sempre em trajetórias de sucesso.

 

O espetáculo God, na verdade, tem origem na Broadway. Foi adaptado por ele a partir do texto de David Javerbaum. Obviamente, passando pelo crivo de um artista multifacetado em talentos criativos como é Miguel Falabella,  passou a ter uma cara mais brasileira.  Ele já fez isso várias vezes, como no estrondoso sucesso Monólogos da Vagina, pego como um simples show de humor norte-americano e transformado em magnânima comédia teatral, explorada há décadas em montagens por todo o território brasileiro. Isso para mencionar apenas um exemplo da verve criativa que o galgou ao posto de um dos atores mais aplaudidos do Brasil. Se os mais puritanos e conservadores podem se chocar com a irreverência de Falabella, não será diferente com o espetáculo O Musical Mamonas, outra comédia de sucesso que acabou de fechar temporada paulistana com todas as sessões antecipadamente esgotadas e agora pega a estrada também incluindo Uberlândia na rota. A efêmera trajetória da banda, interrompida pelo trágico acidente aéreo na década de 1990, é recontada em um alegre, suntuoso e envolvente musical dirigido por José Possi Neto, um grande mestre na modalidade.

 

Os Mamonas eram palhaços. E essa estética da palhaçaria está presente na montagem. Quem os conheceu, se emociona com a peça. Quem não tem ideia do que se trata, conhece uma trajetória ímpar na história da música brasileira, de roqueiros assumindo a sátira musical para subir ao estrelato. Além disso, recebem uma mensagem de positividade diante da vida, se alegram e se divertem com a irreverência cool no rock cômico dos rapazes de Guarulhos. São estes dois destaques de janeiro em São Paulo que devem aportar em nossa cidade em meados do ano. E ambos prometem render boas gargalhadas ao público uberlandense.

Por: Carlos Guimarães Coelho | Jornalista e Produtor Cultural

dicas-sobre-bancas-de-concursos
Post Anterior

Cursos de capacitação oferecem 150 vagas em março

power-rangers-poster-blurred-banner
Próximo post

Cinemark do Uberlândia Shopping inicia a pré-venda de ingressos para ‘Power Rangers’

Filipe Medeiros

Filipe Medeiros

Filipe Medeiros é publicitário e possui um site de comunicação/entretenimento (Papo e Mídia).

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>