Mundo Cult

Escrita revela a personalidade e que tipo de profissional você é

“O cérebro é o responsável pelo gesto gráfico, por isso, a escrita registra sinais
de personalidade e pode até identificar uma assinatura falsa”, diz analista comportamental

Você sabia que a grafologia é uma ferramenta do RH que ajuda os selecionadores de talentos humanos a serem mais assertivos? É que a grafia fala muito sobre a personalidade. A diretora da Ipersonae, analista comportamental e coach, Hérica Santos afirma que muitas empresas buscam esse curso de Formação em Grafologia por ser uma ferramenta ágil e precisa na avaliação do comportamento humano. “É possível descobrir informações completas sobre o potencial das pessoas, como características de motivação, relacionamento interpessoal, liderança, criatividade, comunicação, energia, confiabilidade, dentre outros. Essa ferramenta pode ser usada em recrutamento e seleção, coaching e até mesmo em direcionamento de carreira”.

Hérica explica que a letra fala tanto sobre as pessoas que um professor é capaz de apontar o dono da mesma. “Isso se dá porque a caligrafia carrega uma série de símbolos característicos da pessoa, possui traços próprios que registram gestos inconscientes de expressão e sinais de personalidade. O consciente se manifesta ao darmos início a escrita, mas no decorrer da redação, o inconsciente entra em ação e passa a revelar nossas características mais particulares”.

Capacidade no trabalho
Quando um candidato a uma vaga passa por uma seleção, a escrita também é uma ferramenta importante. “Muito se pode saber sobre o candidato, como se tem planejamento e organização em suas tarefas, ambição, determinação, capacidade de execução de tarefas, originalidade de ideias, se é confiante ou desconfiada, entre outros”.

Hérica exemplifica alguns traços de personalidade manifestados pelo comportamento e grafia. “Pessoas que escrevem com a letra pequena tendem a ser mais reservadas e cautelosas. Já as mais expansivas tem a letra maior. Letras muito desenhadas indicam uma pessoa calma, centrada. Se a redação está ordenada e o texto respeita as margens do papel indica que a pessoa é organizada. Os ângulos e curvas também dizem muito. Se o texto apresentar muitas curvas e traços redondos, indica que são dóceis, gentis e sociáveis. Já se as palavras tiverem pontas sinalizam indivíduos com mais vontade própria, energia, coragem e firmeza”.

Além da inclinação das letras, outros fatores como se as linhas sobem ou descem, a continuidade entre as letras, a pressão da caneta no papel e a assinatura. “A análise da assinatura é de extrema importância porque dão evidência das características genéricas, genéticas e os elementos da grafia”, enfatiza a analista comportamental.

Falsificação
Assim como não há duas pessoas com cérebros iguais, é impossível fazer uma adulteração perfeita. “A grafia é tão única em cada um, que um perito grafotécnico, além de comparar o documento falso com o autêntico, faz análises detalhadas da escrita, como a força aplicada no papel e os padrões de movimentos que dão origem às formas”.

Por: Serifa Comunicação

capa-xuxa-ok
Post Anterior

CULT 128: Xuxa Meneghel

capa-thassiaok
Próximo post

CULT 129: Thássia Naves

Filipe Medeiros

Filipe Medeiros

Filipe Medeiros é publicitário e possui um site de comunicação/entretenimento (Papo e Mídia).

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>