CasesComércioMundo Cult

Gilmar Pomponi, um empresário vitorioso.

“A economia do país começar a recuperar o
fôlego, com mesas cheias e cozinhas agitadas”

Gilmar do Carro de Boi, ou Gilmar do Zero Grau, como foi conhecido durante 13 anos na famosa choperia da Getúlio Vargas. Gilmar Antonio Pomponi é dessas pessoas fadadas a darem certo com determinado tipo de negócio: o dele foi o de choperia e restaurante, embora esse, hoje, seja apenas um de seus ramos empresariais. Vindo de Tanabi – SP, há exatos 30 anos em Uberlândia, Gilmar, ainda jovem, exerceu várias atividades até adquirir uma loja de semijoias na Getúlio Vargas, onde seria depois em 1987, a Choperia Zero Grau. O local, quem é da época se lembra com saudade, virou point obrigatório para os encontros regados a chope gelado e petiscos todas as noites da semana e manhãs e tardes de sábados e domingos. “Vi muito namoro começar e acabar naquelas mesas, inclusive dali saíram muitos casamentos, sem falar nos negócios realizados por empresários nas mesas do fundo do bar”, lembra Gilmar. A Zero Grau durou 13 anos, quando afastou-se para dirigir um curtume em Tupaciguara.

Posteriormente, em 2003, numa história cheia de lances (que o espaço não dá pra contar!), adquiriu o Cupim da Rondon, hoje o Carro de Boi. Mais uma vez, a mão experiente de quem entende do ramo, transformou o local num negócio de sucesso que perdura até hoje. Sua intimidade com o setor levou-o à presidência do Sindtur – Sindicato dos Bares, Hotéis, Restaurantes e Similares do Triângulo e Alto Paranaíba, que congrega centenas de estabelecimentos do gênero em toda a região. Com a oferta de vários convênios de saúde, seguros e outras vantagens aos associados, o sindicato vem experimentando um gradativo e saudável crescimento.

Como dissemos, Gilmar é sujeito multi-tarefa: paralelo ao Carro de Boi, gerenciado pelo filho Leonardo e a Nora Vivian, é proprietário de fazenda em Catalão, com especialização em genética bovina de Senepol, inseminação e transferência de embriões. Sem perder o foco, administra os negócios, indo e vindo de Goiás, com o auxílio da tecnologia de ponta dos equipamentos de comunicação à distância. Da loja de semijoias às lides de fazendeiro, passando pelo Zero Grau e Carro de Boi, Gilmar Pomponi é bem o exemplo de empreendedor que não sossega com o louro alcançado e parte para novos desafios. O setor de bares e restaurantes é um termômetro da saúde da nossa economia, o que o avaliza dizer: “Acredito que, pelo nosso movimento e pelas informações de outros Estados, a economia do país começar a recuperar o fôlego, com mesas cheias e cozinhas agitadas”. Deus te ouça, Gilmar, tomara!

Por: Orlei Moreira | Jornalista
Postado por: Filipe Medeiros | Assessor de conteúdo da Revista Cult

Post Anterior

Paramountessays.Com close-up: first business to acquire papers readily and with no trouble

0
Próximo post

Pesquisa lista erros mais comuns em entrevistas de emprego

redação

redação

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>