Variedades

Grupo Corpo encanta a cidade

“Suíte Branca” e “Dança Sinfônica” foram apresentados com casa cheia nos três dias da temporada

Mesmo tendo como concorrentes, bastante desleais, o feriado prolongado e a recessão econômica, o Grupo Corpo encheu o Teatro Municipal de Uberlândia de espectadores para assistir aos três dias de apresentações dos dois espetáculos que vieram à cidade. A melhor companhia de dança contemporânea do Brasil esteve em cidade pela terceira vez – a primeira foi no fim da década de 1980, com Maria Maria e a segunda há 24 anos, em 1993, com Nazareth e 21 –  e trouxe para o público uberlandense as apresentações de “Suíte Branca” e “Dança Sinfônica”. Cerca de 30 bailarinos expressaram a beleza do movimento numa interpretação artística além da gravidade.

De acordo com o coreógrafo Rodrigo Pederneiras, as duas peças foram criadas em comemoração aos 40 anos do grupo há dois anos. “Nós achamos por bem chamar uma coreógrafa, para fazer um trabalho diferente. Suíte Branca é uma tela branca, onde vai ser pintado um início de uma nova história do Grupo Corpo, porque todos os trabalhos até então, eram coreografados por mim. Então, renovamos e por isso esse espetáculo é muito espacial”, contou.

Durante estes três dias, a página oficial da produção local e do evento na internet postou depoimentos emocionados sobre a grandiosidade do espetáculo, em seu primor técnico e artístico. As pessoas foram arrebatadas pelas apresentações de grupo que, em um padrão internacional, conquistaram as pessoas não somente da área de dança, mas também os que não são habituados essa linguagem.

Os espectadores também eram recebidos com performances de alunos do curso de Dança da Universidade Federal de Uberlândia, dando a eles a visibilidade junto ao grupo que é uma das grandes referências em dança no mundo.

A vinda do Corpo a Uberlândia faz parte do projeto Uberlândia na Rota do Teatro, que tem aporte parcial do Programa Municipal de Incentivo à Cultura, com incentivo da Algar e Sankhya e co-patrocínio direto de Brasal Incorporações, Politriz, Colégio Nacional, Terra Brasilis e Karaíba Restaurante, além do apoio da Diretoria de Cultura da Universidade Federal de Uberlândia e Imobiliária Objetiva, entre outros colaboradores.

Para o produtor cultural, Carlos Guimarães Coelho, é uma hora inenarrável proporcionar esse tipo de cultura para a cidade, ainda mais poder trazer grupos renomados como o Corpo. “É sempre muito bom desenvolver esse trabalho, ser a ponte, que liga eventos grandiosos e que encantam tanto. Durante esses três dias de apresentações o público ficou em êxtase com as performances do Grupo Corpo. Não é à toa que são os melhores do país”, afirmou.

 

 

 

??????????????????????????????????????????????????
Post Anterior

Fundação CDL seleciona candidatos para vagas de emprego

post_face_outubro_rosa01
Próximo post

Centro Oncológico do Triângulo participa do Outubro Rosa com palestras e campanha lúdica para orientar o público

Serifa Comunicação

Serifa Comunicação

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>