31 mar 2015

O homem do chápeu

A cor dos olhos ficava entre o azul e o cinza feito mar quando a noite se aproxima Há anos eu não via aquele tio distante. E, de repente, ele apareceu na minha frente. A sala estava cheia. As conversas eram discretas, quase sussurradas. Entre as vozes era possível perceber

Mônica Cunha 0
20 fev 2015

Além do buraco da fechadura…

Enxerguei um certo frescor na alma, apesar das marcas que a vida fez questão de deixar na pele   Do corredor foi possível vê-la. Estava sentada numa das cadeiras da recepção. Mãos cruzadas sobre o colo. Não havia sinais de impaciência. Encontrava-se quieta, eu arriscaria a dizer que em estado de

Mônica Cunha 0
13 fev 2015

Na tristeza, o amor se faz mais forte!

Estava abafado. Por fora e por dentro. Uma sensação de aperto no peito. Em mim e em outros tantos que seguiam em marcha para um compromisso com a saudade. Finados tem esse lado desafiador: lidar com uma ausência. É um peso, por mais que a gente se acostume com a

Mônica Cunha 0