ArtistasCinemaCulturaMúsicaTeatro

Uberlândia na Rota do Teatro traz peça com Marília Gabriela e Sergio Mastropasqua

Jornalista e produtor cultural, Carlos Guimarães Coelho é o responsável pelo projeto; e em quase 30 anos na área já trouxe mais de 200 espetáculos

A arte em todas as formas é uma maneira de expressar sentimentos e trazer reflexão. Pensando nisso, o jornalista, Carlos Guimarães Coelho, que também é produtor cultural há quase 30 anos, criou o projeto “Uberlândia na Rota do Teatro”. O objetivo é promover a cultura e lazer às pessoas da cidade. Antes do projeto, ele conseguiu com profissionalismo trazer mais de 200 espetáculos para Uberlândia, uma cidade carente de iniciativas desse porte. Compõe a Rota do Teatro a peça “Constelações”, apresentada pelos atores Marilia Gabriela e Sergio Mastropasqua. O espetáculo acontece nos dias 29 e 30 de setembro, no Teatro Municipal.

A ideia surgiu, a partir da inauguração do Teatro Municipal, quando Guimarães viu a necessidade de incluir a cidade na rota dos grandes espetáculos. Hoje, quatro pessoas participam do projeto. “Foi nessa época que comecei, como servidor público, a captar grandes eventos para o espaço, passando posteriormente a produzi-los. O nome do projeto surgiu e o inscrevi no Programa Municipal de Incentivo à Cultura, prevendo um aporte às turnês de espetáculos. É um recurso pequeno, que cobre parcialmente a vinda de apenas três espetáculos. Mas foi aprovado e está em execução. Acho que o nome traduz bem o escopo de nossa atuação, que é o de formar plateias para um bom teatro. Temos sido bem sucedidos nessa perspectiva. Também temos uma página no Facebook”, contou.

Desde o início, “Uberlândia na Rota do Teatro” reuniu 21.383 espectadores em 20 espetáculos. Em 2016, foram 14 eventos. Neste ano, o projeto já está no nono evento.  Para esse ano, além de “Constelações”, o público uberlandense pode aguardar a vinda do Corpo, considerado o melhor grupo de dança do Brasil e reconhecido como uma grande expressão na área em todo o mundo.

 

Sobre como é desenvolver esse trabalho na cidade, Carlos Guimarães, explicou que, produzir cultura no Brasil é algo difícil e que em Uberlândia o desafio fica ainda maior. “Em quase toda produção, costumo dizer que vou mudar de área ou focar apenas no jornalismo, minha profissão paralela. Isso até surgir outro convite. Não consigo me desvencilhar dessa atuação. É sempre uma grande luta. Muitas vezes temos parceiros com sensibilidade artística e com a compreensão do que a arte representa para a civilização, mas em outras, temos de traduzir essa importância”, afirmou.

A dificuldade de obter recursos que cubram a logística operacional, como transporte aéreo de equipe e terrestre de cenários, locação de equipamentos, material humano para o trabalho, campanhas de divulgação, são fatores que dificultam, segundo Carlos Guimarães, que acrescenta, ainda, que ajudaria se houvesse uma soma maior de todos por uma cena cultural mais potente na cidade. “Acho que é regra no mundo, talvez produto destes tempos sombrios que o planeta está vivendo, dividir e não somar, como se fosse mais fácil trabalhar contra o outro do que em benefício próprio. É sempre um desafio. Dá um frio na barriga antes e durante a execução e um alívio quando passa e você percebe que conseguiu cumprir com as suas metas e deixou mais uma semente plantada na memória dos espectadores”, finaliza.

Serviços:
Espetáculo “Constelações” com Marília Gabriela e Sergio Mastropasqua
Data: 29 e 30 de setembro
Horário: Às 20h30
Local: Teatro Municipal – Avenida Rondon Pacheco, 7070
Ingressos: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia)
Pontos de vendas: Provanza do Center Shopping e Uberlândia Shopping e concessionária Toyota Futura, no bairro Santa Mônica
www.megabilheteria.com

 

DSC_2541
Post Anterior

Lançamento Cult no Map Mall Green

iv2
Próximo post

Ivete Sangalo

Serifa Comunicação

Serifa Comunicação

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>